Tentativas



---------------------------------------------------------------------------------------

Era isso, fomos tentativas.
Tive escolhas, e escolhi você.
Tivemos “percalços”, e escolhemos continuar.
Tivemos oportunidades, e resolvemos tentar.

Mas as coisas nem sempre dão certo,
E meu coração não conseguiu aguentar.

Não tínhamos uma música,
Não tínhamos um restaurante ou lanchonete,
Não tínhamos um lugar...

Pro Diabo essas peculiaridades!
Eu amei o que não quero mais tentar.

Fomos uma tentativa.
Dentro do contexto que o mundo nos colocou
Fomos sinceros.
Fomos verdadeiros.
Fomos leais.

Fomos tentativas que doeram,
Uma brincadeira que ardeu,
Um quadro sem moldura.

Mas logo vai passar.

Essa ferida que ainda dói
Como tantas outras que cicatrizaram
Vai passar.

É como uma lembrança que eu não preciso guardar,
Não quero mais guardar.
Nunca mais vou guardar.

Tentamos,
E fomos tentativas.
Não conseguimos ser mais do que isso.

Pelo máximo que fomos,
Digo que te amo.

Obrigado por tentar.

----------------------------------------------------------------------------------------

Nota do Autor: O clipe inserido naõ tem nada a ver com o texto postado. Apesar disso, Advertising Space do Robbie Williams é uma música que reflete aos dias em que me inspirei para escrever este material.

Ah, respondendo a alguns emails que recebendo, (1) todos os artigos/textos desse blog é de única e exclusiva criação minha. (2) Exeções são devidamente creditados os nomes do autores. E, sim, (3) posso até tentar escrever sobre algum tema solicitado pelos meus amigos "leitores", mas não dá pra fazer sobre algo que eu ainda não tenha passado, sentido. Me reservo do direito de não fazê-lo quando isso ocorrer.

 

Stefhany, you are doing it wrong!




For the love of God... definitivamente não é assim, gata!